RSS Cientifico geral Regionalização da educação e currículo. Uma questão ideológica e de afirmação de poder. O caso da Madeira em Portugal

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date

↗️ Plataformas de hospedagem de Conteúdo(audio, video..etc) do Pinhalismo(Carlos Pinhal)

Redes Socias do Pinhalismo: Canal Telegram Grupo Telegram(NFP Social)

Hospedagem de Videos: Canal do Youtube Dailymotion Rumble Odysee
Hospedagem Multi Média(video, audio, imagem...etc): Internet Archive
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
No âmbito do processo político-constitucional que consagrou a Autonomia Política às Regiões insulares Portuguesas, um dos sistemas sociais em que a questão da Regionalização mais tem suscitado um debate aceso, nomeadamente entre as instituições da República e as Autónomas dos Açores e da Madeira, é o da Educação, muito particularmente no que respeita à questão curricular. Neste contexto, é este processo, em especial no que aos pressupostos e princípios políticos e jurídico-constitucionais, de âmbito Europeu, nacional e regional, mas também científicos, de cariz educativo, sociológico e económico que ao mesmo estão subjacentes, que queremos analisar o caso concreto da Região da Madeira, procurando inferir, a partir daqueles, quais são, a existirem, os eventuais limites à regionalização da Educação e nomeadamente à do currículo, particularmente pelo que lhe é inerente e fundamental, i.e., What Knowledge is of most worth para os seus cidadãos e instituições, de modo a que assegure a concretização do desenvolvimento de cada um(a) e do território como um todo. A metodologia será de cariz qualitativo e interpretativo, com recurso especificamente ao Estudo do Caso, sendo os instrumentos e técnicas determinantes, a análise documental e as entrevistas semiestruturadas, processos estes que nos permitirão, ambos, por cruzamento entre os dados obtidos aos diferentes níveis e planos, a “triangulação” inerente e necessária.​



Info Adicional:
No âmbito do processo político-constitucional que consagrou a Autonomia Política às Regiões insulares Portuguesas, um dos sistemas sociais em que a questão da Regionalização mais tem suscitado um debate aceso, nomeadamente entre as instituições da República e as Autónomas dos Açores e da Madeira, é o da Educação, muito particularmente no que respeita à questão curricular. Neste contexto, é este processo, em especial no que aos pressupostos e princípios políticos e jurídico-constitucionais, de âmbito Europeu, nacional e regional, mas também científicos, de cariz educativo, sociológico e económico que ao mesmo estão subjacentes, que queremos analisar o caso concreto da Região da Madeira, procurando inferir, a partir daqueles, quais são, a existirem, os eventuais limites à regionalização da Educação e nomeadamente à do currículo, particularmente pelo que lhe é inerente e fundamental, i.e., What Knowledge is of most worth para os seus cidadãos e instituições, de modo a que assegure a concretização do desenvolvimento de cada um(a) e do território como um todo. A metodologia será de cariz qualitativo e interpretativo, com recurso especificamente ao Estudo do Caso, sendo os instrumentos e técnicas determinantes, a análise documental e as entrevistas semiestruturadas, processos estes que nos permitirão, ambos, por cruzamento entre os dados obtidos aos diferentes níveis e planos, a “triangulação” inerente e necessária.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo