Práticas da educação para o empreendedorismo no ensino superior: o caso da atividade pedagógica “Empreendedor por 1 dia”

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
A criação de melhores empregos constitui preocupação buscada por vários países. Uma forma de se conseguir este objetivo é desenvolvendo atitudes, conhecimento e competências empreendedoras, o que deve ser estimulado em qualquer momento da vida académica dos indivíduos. Assim, a educação para o empreendedorismo ganha premência e a criação de negócios como opção de carreira surge como uma oportunidade cada vez mais importante.Deste modo, várias metodologias de ensino são desenvolvidas e testadas, sendo o learning by doing e o trabalho desenvolvido pelos estudantes tão próximo quanto possível de ambientes de trabalho reais, cada vez mais relevantes.Este artigo tem como objetivo geral descrever uma atividade pedagógica desenvolvida na disciplina de empreendedorismo no Instituto Politécnico de Setúbal (Portugal) e posteriormente implantada também na Universidade de São Paulo (Brasil). O principal objetivo desta atividade consiste um proporcionar aos estudantes uma experiência de serem empreendedores, desenvolvendo um mini-negócio, desde o surgimento da ideia até à sua concretização. Especificamente pretende-se relatar as várias fases envolvidas, salientado aspetos relevantes em cada uma, assim como compreender, as atitudes e competências empreendedoras desenvolvidas, as dificuldades sentidas e estratégias adotadas ao longo do desenvolvimento da atividade.Os resultados do estudo, suportados nos dados obtidos através de focus group com estudantes permitiram concluir a utilidade desta atividade, em termos de atitudes empreendedoras desenvolvidas, assim como em termos de capacidade de reflexão e de aprendizagem com os erros e dificuldades vividas. Na comparação entre as duas instituições de ensino dos dois países distintos, poucas variações foram percebidas, sendo que foram alcançados os objetivos de educação empreendedora numa atividade de educação para o empreendedorismo.​



Info Adicional:
A criação de melhores empregos constitui preocupação buscada por vários países. Uma forma de se conseguir este objetivo é desenvolvendo atitudes, conhecimento e competências empreendedoras, o que deve ser estimulado em qualquer momento da vida académica dos indivíduos. Assim, a educação para o empreendedorismo ganha premência e a criação de negócios como opção de carreira surge como uma oportunidade cada vez mais importante.Deste modo, várias metodologias de ensino são desenvolvidas e testadas, sendo o learning by doing e o trabalho desenvolvido pelos estudantes tão próximo quanto possível de ambientes de trabalho reais, cada vez mais relevantes.Este artigo tem como objetivo geral descrever uma atividade pedagógica desenvolvida na disciplina de empreendedorismo no Instituto Politécnico de Setúbal (Portugal) e posteriormente implantada também na Universidade de São Paulo (Brasil). O principal objetivo desta atividade consiste um proporcionar aos estudantes uma experiência de serem empreendedores, desenvolvendo um mini-negócio, desde o surgimento da ideia até à sua concretização. Especificamente pretende-se relatar as várias fases envolvidas, salientado aspetos relevantes em cada uma, assim como compreender, as atitudes e competências empreendedoras desenvolvidas, as dificuldades sentidas e estratégias adotadas ao longo do desenvolvimento da atividade.Os resultados do estudo, suportados nos dados obtidos através de focus group com estudantes permitiram concluir a utilidade desta atividade, em termos de atitudes empreendedoras desenvolvidas, assim como em termos de capacidade de reflexão e de aprendizagem com os erros e dificuldades vividas. Na comparação entre as duas instituições de ensino dos dois países distintos, poucas variações foram percebidas, sendo que foram alcançados os objetivos de educação empreendedora numa atividade de educação para o empreendedorismo.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo