RSS Uni. Porto Pelas ruas da escola: um futuro para Vilarinho da Castanheira

  • Criador do tópico Repositório Aberto da Universidade do Porto
  • Start date
R

Repositório Aberto da Universidade do Porto

Guest
Breve resumo:
Title: Pelas ruas da escola: um futuro para Vilarinho da Castanheira
Abstract: On the edge of Carrazeda de Ansiães' granite plateau, before the steep descent
towards the Douro River, lies the village of Vilarinho da Castanheira, the
starting (and finishing) point of this dissertation.
Based on the study of Vilarinho and a deep reflection of its coming times, foreseen
as both demanding and harsh, an alternative reality is proposed. A reality that
potentiates the local cultural heritage, that includes its inhabitants in the process
of change and that contributes to the sustainable building of its future.
In conversation with the Banda Filarmónica Vilarinhense (the last local cultural
association) the creation of a Music School is proposed. By understanding that
the old rural areas can be seen today as multifunctional fields of action1, the
project intends to take advantage of the inherent qualities of the surroundings
to promote the transmission and learning of a local culture.
Vilarinho da Castanheira becomes the action field of a single project that in
order to activate different zones of the village, is divided into 3 subprogrammes:
located in the North, the Collective Artistic Residency connects directly
with the local band; in the South, the Individual Artistic Residency invites
introspection by integrating itself into the landscape; and in the center, the
Music School serves as a new reference point for music learning in the region.
To conclude, a reflection is made about this future village, envisioning that the
Music School-Village of Vilarinho da Castanheira has already been built and
the streets have become its new corridors where the music echoes naturally
Description: No limite do planalto granítico de Carrazeda de Ansiães, antecipando a
vertiginosa descida até ao Rio Douro, encontra-se a aldeia de Vilarinho da
Castanheira, ponto de partida (e de chegada) da presente dissertação.
Com base no estudo de Vilarinho e na reflexão aprofundada do seu porvir,
que se antevê duro e exigente, procura-se propor uma realidade alternativa
que potencie a herança cultural local, inclua os seus habitantes no processo de
mudança e que contribua para a construção sustentável do seu futuro.
Assim, em diálogo com a Banda Filarmónica Vilarinhense (última associação
cultural local), propõe-se a criação de uma Escola de Música, que, ao
compreender que as antigas zonas rurais podem, hoje, ser vistas como campos
multifuncionais de ação1, aproveita as qualidades intrínsecas deste lugar para
promover a transmissão e a aprendizagem de uma cultura própria.
Vilarinho da Castanheira transforma-se no campo de ação de um projeto só
que, de forma a ativar diferentes zonas da aldeia, se divide em 3 subprogramas:
localizada a norte, a Residência Artística Coletiva que se relaciona diretamente
com a banda local; a sul, a Residência Artística Individual que convida à
introspeção, integrando-se na paisagem; e no centro, a Escola de Música que
serve como novo ponto de referência para o ensino da música na região.
Reflete-se, por fim, sobre essa aldeia do futuro, imaginando que a Escola-Aldeia
de Música de Vilarinho da Castanheira é construída e as ruas se transformam
nos seus corredores, onde a música, naturalmente, se faz ecoar.​



Info Adicional:
Title: Pelas ruas da escola: um futuro para Vilarinho da Castanheira Abstract: On the edge of Carrazeda de Ansiães' granite plateau, before the steep descent towards the Douro River, lies the village of Vilarinho da Castanheira, the starting (and finishing) point of this dissertation. Based on the study of Vilarinho and a deep reflection of its coming times, foreseen as both demanding and harsh, an alternative reality is proposed. A reality that potentiates the local cultural heritage, that includes its inhabitants in the process of change and that contributes to the sustainable building of its future. In conversation with the Banda Filarmónica Vilarinhense (the last local cultural association) the creation of a Music School is proposed. By understanding that the old rural areas can be seen today as multifunctional fields of action1, the project intends to take advantage of the inherent qualities of the surroundings to promote the transmission and learning of a local culture. Vilarinho da Castanheira becomes the action field of a single project that in order to activate different zones of the village, is divided into 3 subprogrammes: located in the North, the Collective Artistic Residency connects directly with the local band; in the South, the Individual Artistic Residency invites introspection by integrating itself into the landscape; and in the center, the Music School serves as a new reference point for music learning in the region. To conclude, a reflection is made about this future village, envisioning that the Music School-Village of Vilarinho da Castanheira has already been built and the streets have become its new corridors where the music echoes naturally Description: No limite do planalto granítico de Carrazeda de Ansiães, antecipando a vertiginosa descida até ao Rio Douro, encontra-se a aldeia de Vilarinho da Castanheira, ponto de partida (e de chegada) da presente dissertação. Com base no estudo de Vilarinho e na reflexão aprofundada do seu porvir, que se antevê duro e exigente, procura-se propor uma realidade alternativa que potencie a herança cultural local, inclua os seus habitantes no processo de mudança e que contribua para a construção sustentável do seu futuro. Assim, em diálogo com a Banda Filarmónica Vilarinhense (última associação cultural local), propõe-se a criação de uma Escola de Música, que, ao compreender que as antigas zonas rurais podem, hoje, ser vistas como campos multifuncionais de ação1, aproveita as qualidades intrínsecas deste lugar para promover a transmissão e a aprendizagem de uma cultura própria. Vilarinho da Castanheira transforma-se no campo de ação de um projeto só que, de forma a ativar diferentes zonas da aldeia, se divide em 3 subprogramas: localizada a norte, a Residência Artística Coletiva que se relaciona diretamente com a banda local; a sul, a Residência Artística Individual que convida à introspeção, integrando-se na paisagem; e no centro, a Escola de Música que serve como novo ponto de referência para o ensino da música na região. Reflete-se, por fim, sobre essa aldeia do futuro, imaginando que a Escola-Aldeia de Música de Vilarinho da Castanheira é construída e as ruas se transformam nos seus corredores, onde a música, naturalmente, se faz ecoar.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo