RSS Uni. Porto Parâmetros que demonstram ter influência na resposta à terapia neoadjuvante em pacientes com cancro da mama: Estado da arte e perspetivas futuras

  • Criador do tópico Repositório Aberto da Universidade do Porto
  • Start date
R

Repositório Aberto da Universidade do Porto

Guest
Breve resumo:
Title: Parâmetros que demonstram ter influência na resposta à terapia neoadjuvante em pacientes com cancro da mama: Estado da arte e perspetivas futuras
Abstract: Goals: The breast cancer extensive heterogeneity, together with the variability of therapeutic responses, raises the need to distinguish the tumor specific factors of neoadjuvant therapy (NAT) resistance. The present review comprises an overview of the recent literature related with this topic.
Methods: The bibliographic search was conducted in the PubMed database focusing on relevant manuscripts with publication date in 2015 or later.
Outcomes: Younger age, smaller tumor size, absence of axillary lymph node involvement, histological grade III, high Ki-67, ER negative, HER2 positive and triple negative breast cancer are factors that predict a good response to NAT. Tumor infiltrating immune cells, PIK3CA mutation, BRCA status and agnostic markers still under investigation and seems to be promising candidates.
Conclusions: More than individual biomarkers, a panel of combined multilevel parameters may be able to predict patient's therapeutic response. Nevertheless, the clinical utility of these new promising factors still requires additional reliable evidence in multicenter clinical trials.
Description: Objetivos: A extensa heterogeneidade do cancro da mama (CM), associada à grande variabilidade das respostas terapêuticas, fundamenta a necessidade de identificar fatores específicos do tumor que possam estar relacionados com a resistência ao tratamento neoadjuvante (TNA). A presente revisão abrange uma visão global da literatura recente relacionada com esta temática.
Métodos: Foi conduzida uma pesquisa bibliográfica da literatura relevante, na base de dados PubMed, com foco em manuscritos com data de publicação em 2015 ou posterior.
Resultados: A idade mais jovem, o menor tamanho tumoral, a ausência de envolvimento dos linfonodos axilares, o grau histológico III, o Ki-67 elevado, o ER negativo, o HER2 positivo e os tumores triplo negativos, constituem fatores que predizem uma boa resposta ao TNA. As células imunológicas que infiltram o tumor, a mutação PIK3CA, o status do BRCA e os marcadores agnósticos são parâmetros, ainda sob investigação, que parecem ser candidatos promissores.
Conclusões: Mais do que biomarcadores individuais, um painel combinado de múltiplos parâmetros poderá ser capaz de antecipar a resposta do paciente à terapêutica. No entanto, a utilidade clínica destes novos fatores promissores, ainda requer evidências adicionais em ensaios clínicos multicêntricos.​



Info Adicional:
Title: Parâmetros que demonstram ter influência na resposta à terapia neoadjuvante em pacientes com cancro da mama: Estado da arte e perspetivas futuras Abstract: Goals: The breast cancer extensive heterogeneity, together with the variability of therapeutic responses, raises the need to distinguish the tumor specific factors of neoadjuvant therapy (NAT) resistance. The present review comprises an overview of the recent literature related with this topic. Methods: The bibliographic search was conducted in the PubMed database focusing on relevant manuscripts with publication date in 2015 or later. Outcomes: Younger age, smaller tumor size, absence of axillary lymph node involvement, histological grade III, high Ki-67, ER negative, HER2 positive and triple negative breast cancer are factors that predict a good response to NAT. Tumor infiltrating immune cells, PIK3CA mutation, BRCA status and agnostic markers still under investigation and seems to be promising candidates. Conclusions: More than individual biomarkers, a panel of combined multilevel parameters may be able to predict patient's therapeutic response. Nevertheless, the clinical utility of these new promising factors still requires additional reliable evidence in multicenter clinical trials. Description: Objetivos: A extensa heterogeneidade do cancro da mama (CM), associada à grande variabilidade das respostas terapêuticas, fundamenta a necessidade de identificar fatores específicos do tumor que possam estar relacionados com a resistência ao tratamento neoadjuvante (TNA). A presente revisão abrange uma visão global da literatura recente relacionada com esta temática. Métodos: Foi conduzida uma pesquisa bibliográfica da literatura relevante, na base de dados PubMed, com foco em manuscritos com data de publicação em 2015 ou posterior. Resultados: A idade mais jovem, o menor tamanho tumoral, a ausência de envolvimento dos linfonodos axilares, o grau histológico III, o Ki-67 elevado, o ER negativo, o HER2 positivo e os tumores triplo negativos, constituem fatores que predizem uma boa resposta ao TNA. As células imunológicas que infiltram o tumor, a mutação PIK3CA, o status do BRCA e os marcadores agnósticos são parâmetros, ainda sob investigação, que parecem ser candidatos promissores. Conclusões: Mais do que biomarcadores individuais, um painel combinado de múltiplos parâmetros poderá ser capaz de antecipar a resposta do paciente à terapêutica. No entanto, a utilidade clínica destes novos fatores promissores, ainda requer evidências adicionais em ensaios clínicos multicêntricos.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo