RSS Cientifico geral O cinema americano e a mentira da guerra em Hollywood de Gore Vidal

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
Neste ensaio, o meu objectivo é estudar o romance Hollywood de Gore Vidal, publicado em 1990, para examinar, por um lado, como o escritor associa a capital da política americana com a capital do entretenimento popular, e, por outro, como o romance histórico transforma-se num meio/espaço controverso na representação da guerra e na sua interacção com o cinema. Estou particularmente interessada em analisar como Vidal discute o relevante papel político e ideológico desempenhado pela indústria cinematográfica na tentativa de persuadir o povo americano a apoiar a participação do país na impopular Primeira Grande Guerra. Para além disso, pretendo discutir como Vidal problematiza a consolidação do império americano e as suas implicações políticas através do visionamento da história, reflectindo sobre como a literatura e o cinema podem ser considerados instrumentos políticos polémicos.​



Info Adicional:
Neste ensaio, o meu objectivo é estudar o romance Hollywood de Gore Vidal, publicado em 1990, para examinar, por um lado, como o escritor associa a capital da política americana com a capital do entretenimento popular, e, por outro, como o romance histórico transforma-se num meio/espaço controverso na representação da guerra e na sua interacção com o cinema. Estou particularmente interessada em analisar como Vidal discute o relevante papel político e ideológico desempenhado pela indústria cinematográfica na tentativa de persuadir o povo americano a apoiar a participação do país na impopular Primeira Grande Guerra. Para além disso, pretendo discutir como Vidal problematiza a consolidação do império americano e as suas implicações políticas através do visionamento da história, reflectindo sobre como a literatura e o cinema podem ser considerados instrumentos políticos polémicos.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo