Exhibiting Portuguese Architecture. Twentieth-century Curatorial Strategies

  • Criador do tópico Repositório Aberto da Universidade do Porto
  • Start date

↗️ Plataformas de hospedagem de Conteúdo(audio, video..etc) do Pinhalismo(Carlos Pinhal)

Redes Socias do Pinhalismo: Canal Telegram Grupo Telegram(NFP Social)

Hospedagem de Videos: Canal do Youtube Dailymotion Rumble Odysee
Hospedagem Multi Média(video, audio, imagem...etc): Internet Archive
R

Repositório Aberto da Universidade do Porto

Guest
Breve resumo:
Title: Exhibiting Portuguese Architecture. Twentieth-century Curatorial Strategies
Abstract: The contemporary relevance of architecture curation within
Portugal may be demonstrated by the significant number of
exhibitions held, both national and internationally, the establishment
and intense activities of institutions devoted to architecture,
and the increase in educational programs specific
to the field. This dissertation aims to identify the origin of
current architecture curation practices, and discuss their relevance
and role within the field of architecture.
Despite the existence of much research concentrated on
specific short periods in Portuguese history, which examine
some significant exhibitions and may be read as symptomatic
of a given period's central political or architectural questions,
there has been no scrutiny of the connections between them
or surveys linking the main milestones into a cogent narrative.
Although not pioneering nor particularly specific or avant‑garde,
exhibitions showcasing Portuguese architecture present
a complex and extensive set of curatorial approaches that
justify a dedicated examination of the exhibition as an autonomous
entity.
Therefore, this research starts with the origins of architecture's
active participation in the exhibition context,
as manifested by the presence of architecture in art salons,
through to its recognition as a highly visible cultural product
in the early twenty‑first
century.
Through a survey of approximately three hundred events,
it has been possible to recognise that major or groundbreaking
exhibitions have consistently corresponded to historical turning
points in either politics or architecture, thereby demonstrating
the active role of exhibitions as communication instruments,
discussion platforms, and knowledge‑production
devices.
The international recognition of Portuguese architecture,
as well as critical moments of identity debates or generational
uprisings, have been intensively interwoven with the evolution
of curatorial strategies. On the one hand, the exhibitions were extraordinary opportunities for foreign exposure and the
inscription of national production in the international landscape.
Conversely, direct contacts with a vast field of curatorial
and display experimentation have challenged exhibition‑making
processes while encouraging the consideration of the
exhibition space as an active producer of experience.
Description: A relevância contemporânea da curadoria de arquitetura, em
Portugal, está manifestamente comprovada pelo significativo
número de exposições promovidas, nacional e internacionalmente,
pela fundação e intensa atividade de instituições dedicadas
à arquitetura e pela recente oferta formativa em curadoria.
Esta investigação tem como objetivo identificar a origem
das atuais práticas curatoriais e discutir a sua relevância no
campo da arquitetura.
Apesar do reconhecimento de relevante investigação
concentrada em curtos períodos específicos da história da
arquitetura portuguesa, onde algumas das exposições marcantes
no panorama arquitetónico português são integradas
como sintomas ou efeitos colaterais de determinadas questões
políticas ou arquitetónicas, não existe ainda um escrutínio das
relações estabelecidas entre si nem uma narrativa construída a
partir desse panorama alargado.
As exposições de arquitetura portuguesa não são particularmente
específicas nem correspondem a momentos pioneiros
no quadro global da história das exposições, no entanto,
constituem um conjunto complexo e extenso de abordagens
curatoriais que justificam um exame dedicado da exposição
enquanto entidade autónoma.
Nesse sentido, a investigação parte das origens da participação
ativa da arquitetura em contexto expositivo, manifestada
pela presença da arquitetura nos salões de belas‑artes,
até ao reconhecimento do seu valor enquanto produto cultural
altamente mediatizado, no início do século XXI.
Através da identificação de aproximadamente trezentos
eventos, entre 1867 e 2004, foi possível reconhecer a correspondência
entre exposições particularmente relevantes e
momentos de charneira histórica, política ou arquitetónica,
comprovando o seu papel enquanto instrumento de comunicação,
plataforma de discussão e dispositivo de produção de
conhecimento. A afirmação internacional da arquitetura portuguesa, assim
como momentos fundamentais relacionados com o debate
identitário ou movimentos de afirmação geracional, estão intensamente
interligados com a evolução das estratégias curatoriais.
Enquanto que as exposições de arquitetura representaram
oportunidades extraordinárias para a inscrição da produção nacional
num panorama alargado, o contato direto com um amplo
campo de práticas curatoriais estimulou o desenvolvimento dos
processos de produção de exposições e a consideração do espaço
expositivo enquanto produtor ativo de experiências.
A investigação pretende ser um contributo para a construção
da história de exposições de arquitetura, em Portugal,
enquanto procura a sua inscrição num quadro internacional
de referência. A afirmação internacional da arquitetura portuguesa, assim
como momentos fundamentais relacionados com o debate
identitário ou movimentos de afirmação geracional, estão intensamente
interligados com a evolução das estratégias curatoriais.
Enquanto que as exposições de arquitetura representaram
oportunidades extraordinárias para a inscrição da produção nacional
num panorama alargado, o contato direto com um amplo
campo de práticas curatoriais estimulou o desenvolvimento dos
processos de produção de exposições e a consideração do espaço
expositivo enquanto produtor ativo de experiências.
A investigação pretende ser um contributo para a construção
da história de exposições de arquitetura, em Portugal,
enquanto procura a sua inscrição num quadro internacional
de referência.​



Info Adicional:
Title: Exhibiting Portuguese Architecture. Twentieth-century Curatorial Strategies Abstract: The contemporary relevance of architecture curation within Portugal may be demonstrated by the significant number of exhibitions held, both national and internationally, the establishment and intense activities of institutions devoted to architecture, and the increase in educational programs specific to the field. This dissertation aims to identify the origin of current architecture curation practices, and discuss their relevance and role within the field of architecture. Despite the existence of much research concentrated on specific short periods in Portuguese history, which examine some significant exhibitions and may be read as symptomatic of a given period's central political or architectural questions, there has been no scrutiny of the connections between them or surveys linking the main milestones into a cogent narrative. Although not pioneering nor particularly specific or avant‑garde, exhibitions showcasing Portuguese architecture present a complex and extensive set of curatorial approaches that justify a dedicated examination of the exhibition as an autonomous entity. Therefore, this research starts with the origins of architecture's active participation in the exhibition context, as manifested by the presence of architecture in art salons, through to its recognition as a highly visible cultural product in the early twenty‑first century. Through a survey of approximately three hundred events, it has been possible to recognise that major or groundbreaking exhibitions have consistently corresponded to historical turning points in either politics or architecture, thereby demonstrating the active role of exhibitions as communication instruments, discussion platforms, and knowledge‑production devices. The international recognition of Portuguese architecture, as well as critical moments of identity debates or generational uprisings, have been intensively interwoven with the evolution of curatorial strategies. On the one hand, the exhibitions were extraordinary opportunities for foreign exposure and the inscription of national production in the international landscape. Conversely, direct contacts with a vast field of curatorial and display experimentation have challenged exhibition‑making processes while encouraging the consideration of the exhibition space as an active producer of experience. Description: A relevância contemporânea da curadoria de arquitetura, em Portugal, está manifestamente comprovada pelo significativo número de exposições promovidas, nacional e internacionalmente, pela fundação e intensa atividade de instituições dedicadas à arquitetura e pela recente oferta formativa em curadoria. Esta investigação tem como objetivo identificar a origem das atuais práticas curatoriais e discutir a sua relevância no campo da arquitetura. Apesar do reconhecimento de relevante investigação concentrada em curtos períodos específicos da história da arquitetura portuguesa, onde algumas das exposições marcantes no panorama arquitetónico português são integradas como sintomas ou efeitos colaterais de determinadas questões políticas ou arquitetónicas, não existe ainda um escrutínio das relações estabelecidas entre si nem uma narrativa construída a partir desse panorama alargado. As exposições de arquitetura portuguesa não são particularmente específicas nem correspondem a momentos pioneiros no quadro global da história das exposições, no entanto, constituem um conjunto complexo e extenso de abordagens curatoriais que justificam um exame dedicado da exposição enquanto entidade autónoma. Nesse sentido, a investigação parte das origens da participação ativa da arquitetura em contexto expositivo, manifestada pela presença da arquitetura nos salões de belas‑artes, até ao reconhecimento do seu valor enquanto produto cultural altamente mediatizado, no início do século XXI. Através da identificação de aproximadamente trezentos eventos, entre 1867 e 2004, foi possível reconhecer a correspondência entre exposições particularmente relevantes e momentos de charneira histórica, política ou arquitetónica, comprovando o seu papel enquanto instrumento de comunicação, plataforma de discussão e dispositivo de produção de conhecimento. A afirmação internacional da arquitetura portuguesa, assim como momentos fundamentais relacionados com o debate identitário ou movimentos de afirmação geracional, estão intensamente interligados com a evolução das estratégias curatoriais. Enquanto que as exposições de arquitetura representaram oportunidades extraordinárias para a inscrição da produção nacional num panorama alargado, o contato direto com um amplo campo de práticas curatoriais estimulou o desenvolvimento dos processos de produção de exposições e a consideração do espaço expositivo enquanto produtor ativo de experiências. A investigação pretende ser um contributo para a construção da história de exposições de arquitetura, em Portugal, enquanto procura a sua inscrição num quadro internacional de referência. A afirmação internacional da arquitetura portuguesa, assim como momentos fundamentais relacionados com o debate identitário ou movimentos de afirmação geracional, estão intensamente interligados com a evolução das estratégias curatoriais. Enquanto que as exposições de arquitetura representaram oportunidades extraordinárias para a inscrição da produção nacional num panorama alargado, o contato direto com um amplo campo de práticas curatoriais estimulou o desenvolvimento dos processos de produção de exposições e a consideração do espaço expositivo enquanto produtor ativo de experiências. A investigação pretende ser um contributo para a construção da história de exposições de arquitetura, em Portugal, enquanto procura a sua inscrição num quadro internacional de referência.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo