Elementos da Expressão Corporal de Delsarte no ensino da música em alunos de canto

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date

↗️ Plataformas de hospedagem de Conteúdo(audio, video..etc) do Pinhalismo(Carlos Pinhal)

Redes Socias do Pinhalismo: Canal Telegram Grupo Telegram(NFP Social)

Hospedagem de Videos: Canal do Youtube Dailymotion Rumble Odysee
Hospedagem Multi Média(video, audio, imagem...etc): Internet Archive
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
O presente Relatório é parte integrante do Estágio de Prática Pedagógica Supervisionada, realizado no âmbito do Mestrado em Ensino de Música - Especialização em Canto - ministrado no Conservatório Superior de Música de Gaia, no ano letivo de 2019/2020. Este documento integra um descritivo dessa intervenção pedagógica, estando nele contido, a fundamentação teórica do projeto de investigação que lhe esteve na base, a explicitação do quadro metodológico orientador da prática pedagógica e um descritivo dessa intervenção. O racional que presidiu ao trabalho de estágio teve como tema central a identificação e aplicação de conceitos e exercícios retirados do sistema de François Delsarte através do controlo do movimento corporal. Teve como ponto de apoio, exercícios propostos por este autor, a prática metódica do movimento e expressão corporal dos alunos ao serviço da execução musical, sua lógica estrutural e expressiva e aliança psicofísica. Assim, na referida intervenção, usou-se uma gestualidade inspirada no sistema de François Delsarte, observando-se como esta pode influenciar a expressividade do som nos alunos de Canto, num contexto da realização de alguns exercícios propostos por Delsarte, através da exploração das afinidades entre estes exercícios, os elementos da expressão musical e corporal. Identificados e analisados os resultados, concluímos, ainda que provisoriamente, que a nossa proposta didática teve efeitos positivos no desempenho e compreensão da música como linguagem expressiva, a nível individual por parte dos alunos integrantes da Classe de Canto do estágio supervisionado. A realização do Estágio e a redação do relatório seguiu ainda as orientações metodológicas preconizadas por Legendre (2005) no seu modelo de Relação Pedagógica (RP) e a estratégia formativa orientou-se pelo conceito Investigação-ação. Ambos os quadros referenciais são explicitados mais à frente.​



Info Adicional:
O presente Relatório é parte integrante do Estágio de Prática Pedagógica Supervisionada, realizado no âmbito do Mestrado em Ensino de Música - Especialização em Canto - ministrado no Conservatório Superior de Música de Gaia, no ano letivo de 2019/2020. Este documento integra um descritivo dessa intervenção pedagógica, estando nele contido, a fundamentação teórica do projeto de investigação que lhe esteve na base, a explicitação do quadro metodológico orientador da prática pedagógica e um descritivo dessa intervenção. O racional que presidiu ao trabalho de estágio teve como tema central a identificação e aplicação de conceitos e exercícios retirados do sistema de François Delsarte através do controlo do movimento corporal. Teve como ponto de apoio, exercícios propostos por este autor, a prática metódica do movimento e expressão corporal dos alunos ao serviço da execução musical, sua lógica estrutural e expressiva e aliança psicofísica. Assim, na referida intervenção, usou-se uma gestualidade inspirada no sistema de François Delsarte, observando-se como esta pode influenciar a expressividade do som nos alunos de Canto, num contexto da realização de alguns exercícios propostos por Delsarte, através da exploração das afinidades entre estes exercícios, os elementos da expressão musical e corporal. Identificados e analisados os resultados, concluímos, ainda que provisoriamente, que a nossa proposta didática teve efeitos positivos no desempenho e compreensão da música como linguagem expressiva, a nível individual por parte dos alunos integrantes da Classe de Canto do estágio supervisionado. A realização do Estágio e a redação do relatório seguiu ainda as orientações metodológicas preconizadas por Legendre (2005) no seu modelo de Relação Pedagógica (RP) e a estratégia formativa orientou-se pelo conceito Investigação-ação. Ambos os quadros referenciais são explicitados mais à frente.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo