Desenvolvimento de competências especializadas em enfermagem médico-cirúrgica: o cuidar da pessoa com insuficiência respiratória

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date

↗️ Plataformas de hospedagem de Conteúdo(audio, video..etc) do Pinhalismo(Carlos Pinhal)

Redes Socias do Pinhalismo: Canal Telegram Grupo Telegram(NFP Social)

Hospedagem de Videos: Canal do Youtube Dailymotion Rumble Odysee
Hospedagem Multi Média(video, audio, imagem...etc): Internet Archive
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
A pessoa em situação crítica e/ou falência orgânica e em situação crónica e paliativa constituem o foco do cuidar do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica (Ordem dos Enfermeiros, 2011). Assim, dando resposta a uma exigência legal prevista no Despacho n.º 8046/2015 de 22 de Julho, o presente relatório visa dar visibilidade ao meu percurso de construção de competências específicas nessa área de especialidade, a partir de uma análise crítico-reflexiva do processo que resultou na aquisição de um saber especializado e, consequentemente no reconhecimento como Enfermeiro Especialista. Assim, as competências inerentes ao cuidar especializado em Enfermagem Médico-Cirúrgica foram o fio guia para a análise do meu desenvolvimento profissional, baseando-me nos momentos de aprendizagem vivenciados em contexto do ensino clínico do Curso de Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica da Escola Superior de Enfermagem São José de Cluny, nomeadamente nos Estágio I (Serviço de Urgência), Estágio II (Unidade de Cuidados Intensivos Polivalentes) e Estágio III de Opção (Serviço de Pneumologia). Realizando uma análise crítico reflexiva sobre as mesmas, evidencio as minhas aprendizagens no âmbito das competências comuns e específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Paralelamente analiso essas mesmas aprendizagens numa relação comparativa com o perfil de competências requeridas para atribuição do título de Mestre em Enfermagem Médico-Cirúrgica, salientando a importância de uma prática fundamentada pelo conhecimento mais pertinente e atual, baseado na mais recente evidência científica, de modo a permitir a resolução de problemas complexos no cuidado de enfermagem especializado de forma sustentada e à luz dos valores da profissão de enfermagem.​



Info Adicional:
A pessoa em situação crítica e/ou falência orgânica e em situação crónica e paliativa constituem o foco do cuidar do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica (Ordem dos Enfermeiros, 2011). Assim, dando resposta a uma exigência legal prevista no Despacho n.º 8046/2015 de 22 de Julho, o presente relatório visa dar visibilidade ao meu percurso de construção de competências específicas nessa área de especialidade, a partir de uma análise crítico-reflexiva do processo que resultou na aquisição de um saber especializado e, consequentemente no reconhecimento como Enfermeiro Especialista. Assim, as competências inerentes ao cuidar especializado em Enfermagem Médico-Cirúrgica foram o fio guia para a análise do meu desenvolvimento profissional, baseando-me nos momentos de aprendizagem vivenciados em contexto do ensino clínico do Curso de Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica da Escola Superior de Enfermagem São José de Cluny, nomeadamente nos Estágio I (Serviço de Urgência), Estágio II (Unidade de Cuidados Intensivos Polivalentes) e Estágio III de Opção (Serviço de Pneumologia). Realizando uma análise crítico reflexiva sobre as mesmas, evidencio as minhas aprendizagens no âmbito das competências comuns e específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Paralelamente analiso essas mesmas aprendizagens numa relação comparativa com o perfil de competências requeridas para atribuição do título de Mestre em Enfermagem Médico-Cirúrgica, salientando a importância de uma prática fundamentada pelo conhecimento mais pertinente e atual, baseado na mais recente evidência científica, de modo a permitir a resolução de problemas complexos no cuidado de enfermagem especializado de forma sustentada e à luz dos valores da profissão de enfermagem.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo