Conhecer para melhor intervir - Diagnóstico institucional

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date

↗️ Plataformas de hospedagem de Conteúdo(audio, video..etc) do Pinhalismo(Carlos Pinhal)

Redes Socias do Pinhalismo: Canal Telegram Grupo Telegram(NFP Social)

Hospedagem de Videos: Canal do Youtube Dailymotion Rumble Odysee
Hospedagem Multi Média(video, audio, imagem...etc): Internet Archive
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
Os contextos de intervenção social são hoje em dia cada vez mais exigentes, tornando evidente que as Organizações Não Governamentais (ONG) do Terceiro Sector, como a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), têm de acompanhar as complexas transformações sociais das sociedades, de forma a garantir a qualidade dos serviços e respostas sociais que prestam. A investigação subjacente a este relatório partiu da necessidade da Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, local onde o estágio curricular foi desenvolvido, repensar e reorganizar a operacionalização do atendimento social dentro das suas estruturas. Neste sentido, através da investigação desenvolvida, pretendeu-se realizar um diagnóstico institucional que permitisse a identificação das principais forças e fragilidades da instituição ao nível dos processos organizacionais no âmbito do atendimento social. Enquanto estágio assente na metodologia investigação-ação, objetivou contribuir para uma reflexão sustentada sobre as equipas técnicas, procedimentos e ferramentas das ONG, procedendo-se à recolha de informação através de questionário aplicados às várias estruturas de intervenção local da CVP. Esta investigação contribuiu para uma maior compreensão das dinâmicas inerentes ao processo de intervenção social desenvolvido por uma ONG e para traçar algumas recomendações que consideramos importantes para otimizar as respostas sociais disponibilizadas à sociedade civil. A análise de resultados evidencia que a intervenção desenvolvida pelas estruturas locais da CVP ainda não atingiu o auge das suas potencialidades, reforçando a ideia de que é necessário empreender um processo interno de melhoria dos serviços de atendimento, através da promoção de práticas estratégicas que fomentem a exploração de sinergias e a construção de objetivos comuns.​



Info Adicional:
Os contextos de intervenção social são hoje em dia cada vez mais exigentes, tornando evidente que as Organizações Não Governamentais (ONG) do Terceiro Sector, como a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), têm de acompanhar as complexas transformações sociais das sociedades, de forma a garantir a qualidade dos serviços e respostas sociais que prestam. A investigação subjacente a este relatório partiu da necessidade da Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, local onde o estágio curricular foi desenvolvido, repensar e reorganizar a operacionalização do atendimento social dentro das suas estruturas. Neste sentido, através da investigação desenvolvida, pretendeu-se realizar um diagnóstico institucional que permitisse a identificação das principais forças e fragilidades da instituição ao nível dos processos organizacionais no âmbito do atendimento social. Enquanto estágio assente na metodologia investigação-ação, objetivou contribuir para uma reflexão sustentada sobre as equipas técnicas, procedimentos e ferramentas das ONG, procedendo-se à recolha de informação através de questionário aplicados às várias estruturas de intervenção local da CVP. Esta investigação contribuiu para uma maior compreensão das dinâmicas inerentes ao processo de intervenção social desenvolvido por uma ONG e para traçar algumas recomendações que consideramos importantes para otimizar as respostas sociais disponibilizadas à sociedade civil. A análise de resultados evidencia que a intervenção desenvolvida pelas estruturas locais da CVP ainda não atingiu o auge das suas potencialidades, reforçando a ideia de que é necessário empreender um processo interno de melhoria dos serviços de atendimento, através da promoção de práticas estratégicas que fomentem a exploração de sinergias e a construção de objetivos comuns.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo