RSS Cientifico geral Carcinossarcoma da vesícula biliar: revisão da literatura a propósito de um caso clínico

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date

↗️ Plataformas de hospedagem de Conteúdo(audio, video..etc) do Pinhalismo(Carlos Pinhal)

Redes Socias do Pinhalismo: Canal Telegram Grupo Telegram(NFP Social)

Hospedagem de Videos: Canal do Youtube Dailymotion Rumble Odysee
Hospedagem Multi Média(video, audio, imagem...etc): Internet Archive
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
O carcinossarcoma da vesicula biliar é uma doença rara que se carateriza por apresentar um componente epitelial e mesenquimatoso em simultâneo no mesmo tumor. Dada a sua inespecificidade sintomática e imagiológica, o seu diagnóstico é difícil e habitualmente tardio. O estadiamento TNM não aparenta ter valor prognóstico e a resseção cirúrgica continua a ser a única arma terapêutica disponível, apesar da elevada taxa de recorrência e a baixa sobrevida que lhe estão associadas. Apresentamos o caso clínico de uma mulher de 52 anos de idade com um carcinossarcoma da vesícula biliar submetida a colecistectomia com resseção hepática do leito vesicular e linfadenectomia do hilo hepático com recorrência precoce da doença, ilustrando o comportamento agressivo desta entidade clínica.​



Info Adicional:
O carcinossarcoma da vesicula biliar é uma doença rara que se carateriza por apresentar um componente epitelial e mesenquimatoso em simultâneo no mesmo tumor. Dada a sua inespecificidade sintomática e imagiológica, o seu diagnóstico é difícil e habitualmente tardio. O estadiamento TNM não aparenta ter valor prognóstico e a resseção cirúrgica continua a ser a única arma terapêutica disponível, apesar da elevada taxa de recorrência e a baixa sobrevida que lhe estão associadas. Apresentamos o caso clínico de uma mulher de 52 anos de idade com um carcinossarcoma da vesícula biliar submetida a colecistectomia com resseção hepática do leito vesicular e linfadenectomia do hilo hepático com recorrência precoce da doença, ilustrando o comportamento agressivo desta entidade clínica.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo