RSS Cientifico geral Análise retrospetiva do SARS-CoV-2 no Centro de Testagem COVID-19 da UTAD

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
O aparecimento da COVID-19 provocou muitas alterações no quotidiano das populações de forma a combater a mesma. Portugal não foi exceção e também tomou medidas de forma a controlar a propagação da pandemia, nomeadamente um confinamento da população de 18 de março a 4 de maio. No sentido de perceber o impacto do primeiro desconfinamento na população abrangida pelos ACES Douro I – Marão e Douro Norte e Tâmega II – Vale de Sousa Sul procedeu-se à análise dos resultados obtidos no Centro de Testagem COVID-19 da UTAD, de 4 de maio a 30 de setembro 2020, contabilizando 5420 amostras analisadas por testes de “Reverse transcriptase PCR” - RT-PCR e 374 voluntários analisados por testes serológicos. Os resultados obtidos sugerem que ao longo do tempo, no decorrer do desconfinamento o número de casos positivos aumentou e o número de casos negativos diminuiu. Foi ainda verificado que uma maior densidade populacional está associada a uma maior percentagem de casos positivos. O número praticamente nulo de casos positivos nos testes serológicos sugerem que o confinamento realizado no distrito de Vila Real teve o efeito pretendido no controlo da pandemia. Além disso, o presente estudo revelou a importância dos testes serológicos como método auxiliar no controlo da pandemia pois ao contrário do RT-PCR permite a distinção entre infeção primária de infeção secundária.​



Info Adicional:
O aparecimento da COVID-19 provocou muitas alterações no quotidiano das populações de forma a combater a mesma. Portugal não foi exceção e também tomou medidas de forma a controlar a propagação da pandemia, nomeadamente um confinamento da população de 18 de março a 4 de maio. No sentido de perceber o impacto do primeiro desconfinamento na população abrangida pelos ACES Douro I – Marão e Douro Norte e Tâmega II – Vale de Sousa Sul procedeu-se à análise dos resultados obtidos no Centro de Testagem COVID-19 da UTAD, de 4 de maio a 30 de setembro 2020, contabilizando 5420 amostras analisadas por testes de “Reverse transcriptase PCR” - RT-PCR e 374 voluntários analisados por testes serológicos. Os resultados obtidos sugerem que ao longo do tempo, no decorrer do desconfinamento o número de casos positivos aumentou e o número de casos negativos diminuiu. Foi ainda verificado que uma maior densidade populacional está associada a uma maior percentagem de casos positivos. O número praticamente nulo de casos positivos nos testes serológicos sugerem que o confinamento realizado no distrito de Vila Real teve o efeito pretendido no controlo da pandemia. Além disso, o presente estudo revelou a importância dos testes serológicos como método auxiliar no controlo da pandemia pois ao contrário do RT-PCR permite a distinção entre infeção primária de infeção secundária.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo