RSS Cientifico geral A Agricultura Biológica e a Valorização Socioeconómica dos Territórios de Baixa Densidade

  • Criador do tópico RCAAP Rss Feeder
  • Start date
R

RCAAP Rss Feeder

Guest
Breve resumo:
A Agricultura Biológica (AB) é reconhecida mundialmente como um modo de agricultura sustentável e holístico.Por outro lado, produz bens alimentares mais valorizados pelos consumidores.Pretendemos com este trabalho apresentar a AB como a pedra angular na valorização socioeconómica dos Territórios de Baixa Densidade. Afirmar um território partindo da AB como fator agregador e com capacidade de alancar outros setores de atividade em prol do seu desenvolvimento humano, segundo o preconizado pelo PNUD que visa colocar as pessoas no centro do desenvolvimento, possibilitar-lhes que promovam a realização do seu potencial e que possam viver a sua vida em liberdade.Apresentamos também o projecto “Bioberço da Lusitânia” como exemplo concreto de como a AB é sem dúvida o motor de desenvolvimento sustentável e de envolvimento de uma comunidade, de um território de baixa densidade nos seus desígnios de uma maior equidade territorial.​



Info Adicional:
A Agricultura Biológica (AB) é reconhecida mundialmente como um modo de agricultura sustentável e holístico.Por outro lado, produz bens alimentares mais valorizados pelos consumidores.Pretendemos com este trabalho apresentar a AB como a pedra angular na valorização socioeconómica dos Territórios de Baixa Densidade. Afirmar um território partindo da AB como fator agregador e com capacidade de alancar outros setores de atividade em prol do seu desenvolvimento humano, segundo o preconizado pelo PNUD que visa colocar as pessoas no centro do desenvolvimento, possibilitar-lhes que promovam a realização do seu potencial e que possam viver a sua vida em liberdade.Apresentamos também o projecto “Bioberço da Lusitânia” como exemplo concreto de como a AB é sem dúvida o motor de desenvolvimento sustentável e de envolvimento de uma comunidade, de um território de baixa densidade nos seus desígnios de uma maior equidade territorial.



Autor:




Clica para continuares a ler...
 
Voltar
Topo